Nova embalagem sustentável da puma

12 maio, 2010
Seguindo a onda verde das fabricantes de sapatos deportivos, a Puma acaba de apresentar uma nova proposta de embalagem inteligente: a Clever Little Bag. Trata-se de um sistema composto por um cartão dobrável e um saquinho plástico que estará nas prateleiras a partir de 2011.
clever little bag
A ideia básica é substituir as caixas de papelão tradicionais que, junto com as sacolas  que o cliente leva para casa, geram uma grande quantidade de resíduos que normalmente vão direito para o lixo.
Com a nova proposta, a empresa propõe reverter esse quadro, gerando uma redução no consumo das matérias primas que normalmente são  utilizadas na fabricação da embalagem de sapatos tradicional.
Clever Little Bag
Sem dúvidas é um design inteligente. Mas, porque algo tão obvio levou mais de 10 anos para ser considerado uma prioridade para os padrões socioambientais da Puma?

Pesquisa em Design: a onde publicar internacionalmente

13 abril, 2010

Artifact , Routeledge (Taylor & Francis) – An international
peer-reviewed academic journal dealing with design. The journal
addresses topical themes and issues that are of relevance to design
researchers, practising designers, and manufacturers

CoDesign, Taylor & Francis – International Journal of CoCreation in
Design and the Arts

Design Issues, MIT Press – The first American academic journal to
examine design history, theory, and criticism, Design Issues provokes
inquiry into the cultural and intellectual issues surrounding design.

The Design Journal, Berg Publishers – The Design Journal is an
international refereed journal covering all aspects of design. The
journal welcomes articles on design in both cultural and commercial
contexts.

Design Philosophy Papers, online journal – Design Philosophy Papers
comes with a passion to communicate, share and argue for a much
greater recognition of importance of design as a force in the
contemporary world. DPP aims to increase understanding of the
significance of design by the wider intellectual community as well as
by designers, and to raise the level of international debate about
design.

Design Studies, Elsevier – The International Journal for Design
Research in Engineering, Architecture, Products and Systems

International Journal of Arts and Technology, Inderscience – IJART is
a top venue for high quality research and artworks that advance
state-of- the-art contributions in the area of the arts and new
technologies. The focus is on the multi-disciplinary emerging area of
computational art.

International Journal of Art & Design Education, Blackwell Publisher,
Impact Factor: 0.185

International Journal of Design Chinese Institute of Design (CID), The
International Journal of Design is a peer-reviewed, open-access
journal devoted to publishing research papers in all fields of design,
including industrial design, visual communication design, interface
design, animation and game design, architectural design, urban design,
and other design related fields.

International Journal of Design Sciences & Technology, europia – The
International Journal of Design Sciences and Technology is a
multidisciplinary forum dealing with all facets and fields of design.
It endeavours to provide a framework with which to support debates on
the different economical, historical, pedagogical, philosophical,
scientific and technological issues surrounding design.

Journal of Design History, Oxford University Press – The Journal of
Design History plays an active role in the development of design
history (including the history of the crafts and applied arts), as
well as contributing to the broader field of studies of visual and
material culture. The journal includes a regular book reviews section
and lists books received, and from time to time publishes special
issues.

Journal of Design Research, Inderscience – JDR is an interdisciplinary
journal, emphasising human aspects as a central issue of design
through integrative studies of social sciences and design disciplines.
Originally published as an electronic journal publishing articles
including multimedia applications and hence allowing visual knowledge
transfer, it is now also available in print.

Journal of Engineering Design, Taylor & Francis – The Journal of
Engineering Design provides an essential forum for dialogue between
practitioners and academics in the field of engineering design. Impact
Factor: 0.383

Leonardo, MIT Press – Leonardo is the leading journal for readers
interested in the application of contemporary science and technology
to the arts.

Scientometrics – An International Journal for all Quantitative Aspects
of the Science of Science, Communication in Science and Science Policy

Social Studies of Science, Sage – An International Review of Research
in the Social Dimensions of Science and Technology, Impact Factor:
0.929

Technoetic Arts, Intellect – A journal of speculative research


Desenvolvimento de sistemas

8 abril, 2010

Achei esta nota sobre sistemas no site de Konstantin Grcic. A nota define aspectos interessantes do desenvolvimento de sistemas, em relação as possibilidades, objetivas e subjetivas, por parte do usuário.

Em parte,  o sucesso ou fracasso de um (produto) sistema depende das opções subjetivas que o sistema oferece.


Branding e o poder da marca

8 março, 2010

Quando perguntaram ao executivo inglês Jez Frampton, presidente mundial da  Interbrand,  sobre o que significa uma marca , ele utilizou a seguinte metáfora emprestada do livro das Afinidades Eletivas, de Goethe de 1809:

A Marinha inglesa, na época a mais poderosa do mundo, costumava colocar um fio vermelho na urdidura de todas as cordas usadas em seus navios com o objetivo de identificá-las como propriedade da Coroa Britânica. O fio era impossível de ser removido da corda sem que fosse necessário desmanchá-la completamente.

Para Frampton, a marca é como o fio vermelho. Ela permeia todo o negócio, torna-se um poderoso instrumento econômico capaz de gerar valor para a companhia e é impossível de ser separada do todo.


O futuro do design está nas microfábricas

27 fevereiro, 2010

Na edição de 24 de fevereiro da Revista Exame, encontrei a tradução do artigo intitulado Atoms are the New Bits, do editor-chefe da Wired,  Chris Anderson. Nele, o autor nos apresenta uma interessante visão do que seria o design num futuro próximo. Na era da democratização da indústria, toda garagem pode ser uma microfábrica, e todo cidadão um microempreendedor.Veja, segundo o autor como construir seu sonho:


Construa sua propria casa com garrafas PET

21 fevereiro, 2010


O uso de garrafas PET (Politerefestalato de estireno tornou-se modelo de referência quando pensamos na reciclagem de produtos.

Uma busca básica na internet nos apresenta todo tipo de engenhocas que vão desde bijuteria ate aquecedores solares. Entre tantas opções achei finalmente uma proposta mais condicente com as caraterísticas do material: uma casa de PET.

O conceito é simples. e o resultado final sensacional, mas não da para saber quem nem onde foi feito.


Direito autoral X Direito ao acesso da informação

16 maio, 2009

Na quarta feira passada, a Polícia Civil interditou vários estabelecimentos reprográficos na UFPE, onde foram apreendidas todas as pastas dos professores, e como conseqüência algumas copias de livros clássicos do design como Manzini, Papanek e Kazazian foram parar na delegacia.

O episodio tem sido motivo de debate sobre a violação dos direitos autorais X direitos ao acesso da informação, e conforme foi  comentado por nossos amigos do Acerto de Contas, levanta ainda uma outra polêmica sobre a demanda nas bibliotecas das universidades federais:

a prática da cópia de mais de 10% de uma obra é ilegal, constituindo pirataria. Porém, além das polêmicas que envolvem os debates sobre o livre acesso à informação, existe ainda o fato de que as bibliotecas dos Centros são insuficientes para atender à demanda dos alunos que, por sua vez, não possuem condições financeiras para comprar os livros.

No caso dos livros de design, sabemos que além de costosos, muitos dos autores classicos como Papanek, Alexander, Manzini ou Bonsiepe, simplesmente encontram-se esgotados. Autores mais recentes, como Shedrof, ou Sterling, têm livros que, para chegar a uma biblioteca pública federal deverão passar por um longo e tortuoso caminho burocrático.

Sem duvidas, com a ajuda das novas tecnologias e da internet, novos comportamentos e formas de distribuição do conhecimento começam a emergir; e uma discussão ainda mais polêmica sobre os direitos de autor começa a ser configuada.